Skip Navigation LinksHome / Odebrecht Previdência / Governança

Governança

A administração da Odebrecht Previdência é composta pelo Conselho Deliberativo, Conselho Fiscal e Diretoria Executiva, órgãos responsáveis pela manutenção de critérios, condições e composição regida pela Lei Complementar 109, de 2001, e pelas regulamentações do Conselho Nacional de Previdência Complementar – CNPC (órgão regulador do sistema de previdência complementar fechado); e Superintendência Nacional de Previdência Complementar – Previc (órgão fiscalizador dessas entidades).

Conselho Deliberativo

O Conselho Deliberativo é o órgão de deliberação e orientação superior da Entidade, cabendo-lhe, principalmente, fixar os objetivos, diretrizes fundamentais e orientações gerais de organização, operação e administração.

Composto por cinco membros titulares, dos quais três são indicados pelas Patrocinadoras e dois eleitos por Participantes e Assistidos, o Conselho se reúne quatro vezes ao ano - podendo haver reuniões extraordinárias sempre que convocadas por um de seus membros ou membros da Diretoria Executiva - para promover o debate acerca dos temas que lhe são incumbidos e deliberar sobre as decisões mais importantes da Entidade.

Conheça os membros do Conselho Deliberativo:

Titulares Indicados pelas Patrocinadoras

Alternate Text

DANIEL VILLAR

Presidente
Alternate Text

ALEXANDRE ASSAF

Titular do Conselho Deliberativo
Alternate Text

PEDRO FREITAS

Titular do Conselho Deliberativo
Alternate Text

FRANCISCO MATOS LIMA

Titular do Conselho Deliberativo
Alternate Text

JOEL BENEDITO JR.

Titular do Conselho Deliberativo

Titulares indicados pelos Participantes e Assistidos

Conselho Fiscal

O Conselho Fiscal é o órgão de fiscalização da Entidade, cabendo-lhe, principalmente, zelar por sua gestão econômico-financeira.

Composto por três membros efetivos, sendo dois indicados pelas Patrocinadoras e um eleito pelos Participantes e Assistidos, o Conselho se reúne quatro vezes ao ano – podendo haver reuniões extraordinárias, sempre que necessário ou quando convocadas por um dos seus membros ou membros da Diretoria Executiva.

Conheça os membros do Conselho Fiscal:

Titulares Indicados pela Patrocinadora Odebrecht S.A.

Alternate Text

AFONSO CELSO

Presidente
Alternate Text

MARCELO ROSSINI

Titular do Conselho Fiscal

Titular Indicado pelos Participantes e Assistidos

Alternate Text

OSVALDO A. LOBATO

Titular do Conselho Fiscal

Gestão de Riscos e Controles Internos

A área de Gestão de Riscos e Controles Internos (GRCI) responde diretamente ao CF-ODP, apoiando-o na avaliação de Controles Internos (desde a revisão dos processos e identificação dos riscos até o apontamento dos déficits de controles e sugestão dos planos de ação para mitigá-los) e na Conformidade da ODP, acompanhando as obrigações legais da Entidade e verificação dos controles existentes.

Diretoria Executiva

A Diretoria Executiva (DE-ODP) é o órgão de administração geral da Entidade, responsável por cumprir e fazer cumprir as diretrizes fundamentais e normas legais e gerais definidas pelo Conselho Deliberativo, dentro dos objetivos por ele fixados.

Conheça os membros da Diretoria Executiva:

É constituída por cinco membros designados pelo Conselho Deliberativo, sendo um Diretor-Presidente, e os demais Diretores representando as áreas de Investimentos, Seguridade, Administração e Relacionamento.

Alternate Text

SÉRGIO BRINCKMANN

Responsável pela Odebrecht Previdência e Administrador Estatutário Tecnicamente Qualificado (AETQ)
Alternate Text

MARCOS PAULO SABIÁ

Responsável por Seguridade e Administrador Responsável pelo Plano de Beneficio (ARPB).
Alternate Text

ANDRÉ LUIS SUAIDE

Responsável por Administração.
Alternate Text

CRISTIANO VERARDO

Responsável por Relacionamento.

Comitê de Investimentos e Riscos

O Comitê de Investimentos e Riscos da Odebrecht Previdência (CIR-ODP) está ligado a DE-ODP e é um órgão técnico que analisa e assessora o AETQ-ODP (Administrador Estatutário Tecnicamente Qualificado) no processo decisório da gestão dos ativos da Entidade, não tendo, porém, caráter deliberativo.

O CIR-ODP deve observar critérios de segurança, rentabilidade, riscos, solvência e liquidez dos investimentos, de acordo com a legislação vigente e a Política de Investimentos dos Planos de Benefícios. A função de AETQ-ODP será desempenhada pelo Diretor Presidente e Diretor de Investimentos.