Dúvidas Frequentes

O Participante terá acesso liberado ao Portal (www.odebrechtprevidencia.org.br) na segunda quinzena do mês subsequente a primeira contribuição realizada no Plano.

No Portal (www.odebrechtprevidencia.org.br), na tela inicial do Portal em “Acesso Rápido”, clique na alternativa “1º Acesso” para se cadastrar. Digite seu CPF, data de nascimento, e-mail e senha que deseja cadastrar.

Na tela inicial do Portal clique em “esqueci minha senha” e informe o CPF e data de nascimento em “Recupere a sua senha” e a sua senha será encaminhada para seu e-mail cadastrado.

Acesse o Portal da Odebrecht Previdência e nos envie um Fale Conosco, informando seu novo e-mail de contato.

Na tela inicial do Portal clique em “Esqueci minha senha” e insira seus dados em “altere a sua senha”.

A senha deve possuir pelo menos 2 (dois) caracteres alfabéticos e 2 (dois) numéricos. O tamanho da senha deve ser de no mínimo 6 (seis) caracteres e sua senha deve possuir, pelo menos, 3 (três) informações diferentes da senha anterior.

Acesse a área restrita do Portal, com o seu CPF e senha, selecione a opção “Consulta ou Alteração de Dados Cadastrais”, digite as informações e clique em ”Atualizar”.

A atualização ocorre a partir da segunda quinzena de cada mês subsequente ao de referência.

Não. A inscrição é facultativa e poderá ser feita a qualquer momento, a partir de sua contratação pela Patrocinadora. Quanto mais cedo começar a contribuir, melhor.

A contribuição regular pode ser de 1% a 12% sobre o seu salário de contribuição mensal. Você poderá alterar o percentual quando desejar e até suspender por 6 (seis) meses, mediante simples requerimento.

O percentual de contribuição poderá ser alterado na intranet da sua Empresa/Patrocinadora, ou diretamente com o seu Responsável por sua folha de pagamento.

Sim. A contribuição Esporádica pode ser realizada via folha de pagamento (através da solicitação ao Responsável pela sua folha de pagamento) ou via boleto bancário, solicitando à equipe da Odebrecht Previdência.

Sim. O Patrocinador pagará as seguintes contrapartidas, independente do percentual de contribuição do Participante (entre 1 a 12%):

- Parcela A: obrigatória, de periodicidade mensal e de valor correspondente a 10% da Contribuição Regular do Participante;

- Parcela B: obrigatória, de periodicidade mensal e de valor equivalente a um percentual sobre a Contribuição Regular do Participante, de acordo com tabelas progressivas que consideram a idade, o tempo de serviço no Patrocinador e a faixa salarial do Participante, na forma estabelecida pelo Conselho Deliberativo;

- Parcela C: facultativa, definida pelo Diretor Presidente da Odebrecht S/A em função da sua apreciação do resultado ou desempenho de cada Patrocinadora, expressa em forma de percentual aplicado sobre a soma dos valores pagos ao longo do ano anterior, referentes às Parcelas “A” e “B”, creditada no mês de junho do exercício seguinte.

As Patrocinadoras pagam Contrapartidas (Parcela A, B e C) sobre a Contribuições Esporádica, desde que o Participante atenda os seguintes requisitos: a soma das Contribuições Regulares e Esporádicas deve ser inferior a 12% do salário anualizado do Participante e tenha efetuado as Contribuições Regulares ao longo do exercício, sem interrupção e pelo percentual mínimo de 5% (cinco por cento) do salário.

Sim. O Perfil de Investimento pode ser alterado sempre no mês de novembro de cada ano. A escolha por um dos Perfis de Investimento é pessoal e deve ser feita com responsabilidade, pois influenciará diretamente na formação do seu patrimônio para o pós-carreira. A alteração não é obrigatória, ou seja, para quem não se manifestar o Perfil seguirá inalterado para o ano seguinte.

No momento da adesão ao Plano o Participante não optará pelo Perfil de Investimento e seu saldo será rentabilizado de acordo com o Perfil Curto Prazo. Para aqueles que aderiram ao Plano até setembro do ano vigente, a opção pelo Perfil poderá ser feita ao longo do mês de novembro diretamente no Portal. A alteração não é obrigatória, ou seja, para quem não se manifestar o Perfil seguirá inalterado para o ano seguinte.

A decisão é pessoal e intransferível, além de depender do tempo e do valor que você pretende constituir e usufruir no seu pós-carreira.

Não. De acordo com a legislação, a opção é definitiva e irretratável.

Diretamente no Portal da Odebrecht Previdencia, acessando com CPF e senha, na página inicial é possível visualizar o Perfil de Investimento e nos dados cadastrais o Regime Tributário.

Sim, a Portabilidade é um direito legal, desde que o plano que deseja portar seja compatível ao que possui aqui. O VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) é um produto incompatível com o Plano Odeprev.

A opção pelo resgate, assim como pelos demais institutos (Autopatrocínio, BPD e Portabilidade) e o Benefício de Renda Mensal, por restrições legais, só poderá ser realizada após rescindir o vínculo empregatício com a Organização.

Não. A Renda Mensal será paga por prazo determinado ou indeterminado, conforme sua opção, e cessará com o esgotamento do saldo, independente de aviso.

O saldo da Conta de Participante será pago aos beneficiários (dependentes do INSS), em parcela única.

Não. Em caso de invalidez ou morte, o próprio Participante ou seus beneficiários receberão o saldo da Conta de Participante, em parcela única.

Não. O Pecúlio por Invalidez ou Morte será pago somente à vista, em parcela única.

Não. Seus beneficiários serão os dependentes elegíveis para a pensão por morte na Previdência Social.

A Odebrecht Previdência pagará aos seus herdeiros legais, por meio de alvará judicial.

Sim, tornando-se um Autopatrocinado. Neste caso, você terá que custear as Contrapartidas, seguindo o mesmo nível de contribuição que tinha quando Integrante da Organização ou alterando o percentual entre 1 a 12%, conforme contribuição regular, assumindo inclusive o custeio administrativo do Plano.

Sim. A inscrição pode ser cancelada a qualquer momento, mas a opção pelo Resgate ou Portabilidade fica vinculado a quebra do contrato de trabalho com a Patrocinadora.

Não. Na Odebrecht Previdência, em hipótese alguma as Contrapartidas das Patrocinadoras são perdidas depois de aportadas. É um direito seu.

Em caso de Portabilidade, não; em caso de Resgate, sim, de acordo com o Regime Tributário que você optou.

No Regime Progressivo, haverá a retenção de 15%, sobre o Resgate, a título de antecipação e em sua declaração anual poderá sofrer o ajuste de 12,5% correspondente ao valor do saque (este Regime é compensável em sua declaração de ajuste anual). No Regime Regressivo, o desconto ocorrerá de acordo com o tempo de acumulação de recursos na tabela. Quanto maior tempo permanecer neste Regime, menor será o desconto de IR, ou seja, a alíquota de IR varia de acordo com o tempo de permanência de cada contribuição no Plano, pois ela irá regredir 5% a cada 2 (dois) anos de aniversário de cada contribuição realizada (não é compensável em sua declaração de ajuste anual).

No Regime Progressivo, o imposto será retido na fonte entre 0% e 27,5%, após as deduções e conforme a tabela divulgada anualmente pela Secretaria da Receita Federa (este Regime é compensável em sua declaração de ajuste anual). O Regime Regressivo, conta o tempo de acumulação de recursos na tabela, quanto mais tempo permanecer neste Regime, menor será o desconto de IR. O valor do benefício será pago sobre as suas contribuições mais antigas, deste modo a que possui o menor alíquota de IR. (não é compensável em sua declaração de ajuste anual).

Os Participantes do Plano Odeprev contam com um seguro de vida diferenciado e exclusivo para invalidez total e permanente (por doença ou acidente) e morte (natural ou acidental), antes dos 65 anos. Cada Patrocinadora assumirá integralmente o custo dos seus Participantes do Plano Odeprev. Fazendo a inscrição no Plano Odeprev a adesão ao PrevSeguro é automática.

O valor a ser indenizado pela seguradora corresponderá à média dos percentuais de contribuição realizados nos últimos 24 meses ao Plano Odeprev, que será multiplicada pelo salário do mês anterior ao sinistro. Esse valor será somado às contrapartidas A e B e multiplicado pela quantidade de meses que resta para o Integrante completar 65 anos, no momento do sinistro.

Sim, a suspensão das contribuições não implica no cancelamento automático da cobertura do PrevSeguro. Os meses sem contribuição serão considerados para o cálculo da indenização em caso de sinistro, impactando diretamente na média das últimas 24 contribuições.

O Programa de Empréstimo Consciente é uma linha de crédito pessoal que pode lhe ajudar a superar uma necessidade financeira imediata, sem comprometer os seus objetivos de poupar para o pós-carreira.

Todos os Participantes Ativos do Plano Odeprev e aqueles que já estão no pós-carreira (Assistidos) podem solicitar o Empréstimo, desde que atendam aos seguintes requisitos:

• Ser maior de 18 anos e capaz;

• Ter vínculo de emprego com uma das empresas da Organização Odebrecht, Patrocinadora da Odebrecht Previdência;

• Ter, no mínimo, 36 meses de vínculo com o Plano Odeprev • Ter recolhido contribuições regulares ao Plano Odeprev de, no mínimo, 5% do seu salário base nos últimos 12 meses;

• Não estar em litígio judicial ou em débito com a Odebrecht Previdência;

• Se comprometam a não reduzir, durante a vigência do contrato de empréstimo, o percentual de Contribuição Regular verificado no ato da concessão; e

• Para os Assistidos, basta estar no gozo de benefício de renda mensal da Odebrecht Previdência.

Os encargos são: Taxa para custeio do Fundo de Solvência definida trimestralmente pela Diretoria da Odebrecht Previdência e divulgada no Portal (esta taxa incide sobre o montante concedido e é descontada no ato do crédito); IOF (Imposto sobre Operação Financeira) vigente à época do Empréstimo; Eventuais tributos que venham a incidir sobre o Empréstimo quando exigido por lei.

Ativos: 30% do salário base vezes o número de parcelas em que pretende quitar o empréstimo (limitado a 50% da reserva da reserva individual no Plano Odeprev).

Assistidos: 30% do benefício mensal recebido do Plano Odeprev vezes o número de parcelas em que pretende quitar o empréstimo (limitado a 30% do saldo da reserva individual remanescente no Plano Odeprev).

Ativos: os descontos das parcelas serão realizados diretamente na folha de pagamento da Patrocinadora.

Assistido: os descontos das parcelas serão realizados diretamente em seu Benefício de Renda Mensal.

Acesse o Portal da Odebrecht Previdência, na tela inicial, e clique em “Empréstimo Consciente”. Vá até o Simulador de Empréstimo e insira os dados solicitados para gerar a simulação. Importante: Para solicitar um Empréstimo é necessário acessar a área restrita do Portal, conforme orientação da pergunta 08 deste questionário.

O prazo para contratação do empréstimo é de 05 a 10 de cada mês e a solicitação é feita pelo próprio Participante, diretamente no portal em sua área restrita.

Dentro do prazo para contratação (de 05 a 10 de cada mês) acesse o Portal da Odebrecht Previdência com seu CPF e senha, na área restrita do Participante. Em seu Menu de Opções clique em “Simulação e Contratação de Empréstimo Pessoal”, insira os dados solicitados e calcule. Para solicitar o valor simulado clique em “solicitar este valor”, você deverá realizar as confirmações solicitadas a seguir, assim como os dados bancários para crédito. Feito isso, será necessário imprimir em 3 vias o Contrato de Empréstimo que será disponibilizado. Assine e recolha a assinatura de duas testemunhas em todas as vias, depois entregue ao Responsável pela sua folha de pagamento, ele irá realizar a análise da sua solicitação e aprovar ou reprovar esta concessão. Posteriormente, se aprovado, ele nos enviará os contratos para programação do crédito.

Sim, você pode, a qualquer momento, solicitar uma dessas opções com redução proporcional dos juros. Em caso de antecipação, a redução ocorrerá no valor da parcela, mantendo-se o prazo de pagamento contratado inicialmente e a taxa de juros. Para solicitar um boleto de Quitação ou Amortização, nos envie um Fale Conosco informando o valor e vencimento (o boleto poderá ser solicitado com vencimento até o dia 15 de cada mês, para que possa ocorrer o reajuste do desconto da parcela do mês em folha ou no beneficio).

Você só poderá receber um Empréstimo por vez.

A carência é de 12 meses contados a partir da quitação do Empréstimo anterior.

Após a quebra do vínculo empregatício, se optar pelo Resgate ou Portabilidade, o saldo devedor será quitado no momento da retirada ou transferência. Se permanecer com o Plano em BPD, Autopatrocinio ou Assistido as parcelas deverão ser pagas mensalmente, via boleto bancário.

Não. O Saldo de Conta só pode ser acessado pelo próprio Participante, ou seus beneficiários, quando cumpridos os requisitos para isso. O parecer técnico “OPINIÃO LEGAL SOBRE A AUTONOMIA ADMINISTRATIVA, JURÍDICA E PATRIMONIAL ENTRE ODP E SUAS PATROCINADORAS” do escritório de advocacia Bocater, aprofunda itens desse “Perguntas e Respostas”. Acesse-o na íntegra.

Nada. O Saldo de Conta ou patrimônio já constituído (contribuições do participante + contrapartidas já pagas + rentabilidade) está protegido pela legislação. Neste caso, o pagamento das Contrapartidas futuras é interrompido, e inicia-se um processo de Retirada de Patrocínio que possibilita o resgate dos valores pelo Participante, após os trâmites legais, ainda que ele esteja trabalhando na mesma empresa. Este procedimento é autorizado e previsto pela PREVIC.

Por meio de carteira própria (compra de ativos direto pela Equipe da Odebrecht Previdência): Não, pois não temos essa modalidade.

Por meio de fundos exclusivos (criados especificamente para o Plano Odeprev): Não. Esta opção está vedada pela Política de Investimento do Plano Odeprev, em seu item 3.2. desde 2016.

Por meio de fundos abertos (que têm gestão terceirizada e independente): Sim. Pode haver ações de empresas da Organização em fundos de mercado, mas não temos gestão sobre eles.

Nossa posição consolidada atual (Fev/16) em Ativos das Patrocinadoras nos fundos abertos é bastante reduzida. Veja a seguir:
a) Debênture da SAESA = R$ 5 milhões (aproximadamente 0,2% do Patrimônio Total). Esse Ativo foi comprado em 15/Abr/2014, antes da aprovação da atual Política de Investimentos.
b) Ação da BRASKEM = R$ 195 mil (= 0,008 % do Patrimônio Total), ativo comprado em Fundos Abertos.

Perfil de Investimento Curto Prazo: 100% dos investimentos estão em Fundos DI, divididos em 3 gestores: Sul América, Santander e BNP Paribas.

Perfis de Investimento 2020, 2025 e 2030: De acordo com o nível de alocação, os valores estão investidos em Fundos DI, Títulos Públicos de Inflação e Fundos de Investimento de Renda Variável de gestores como Itaú, Vinci, XP Investimentos, BlackRock, JGP, BB DTVM e outros.

Para saber mais detalhes da composição das carteiras, acesse o Relatório de Investimentos. (Curto Prazo, 2020, 2025, 2030)

Absolutamente tudo.
O valor apresentado já está líquido de taxa de administração. Sobre esse valor incidirá a alíquota de Imposto de Renda do Regime Tributário escolhido por você.

A forma mais fácil é baixar o App do Plano Odeprev em seu smartphone por meio das lojas Apple Store, Google Play, Windows Store ou BlackBerry World. A outra opção é por meio do Portal da Odebrecht Previdência. Em ambos os canais as informações sobre seu Plano Odeprev são atualizadas mensalmente.

Sim. O Plano Odeprev está estruturado na Modalidade de Contribuição Definida, pela qual cada Participante possui uma conta individual. A conta de um Participante não influencia a conta de outro. O relatório da auditoria independente (o atual auditor é a PwC), reproduzido nos Relatórios Anuais do Plano, atesta a existência e a disponibilidade desses recursos.

A Odebrecht Previdência é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, sem fins lucrativos, que atua sob a forma jurídica de sociedade civil, aprovada pelo Ministério da Previdência Social, (conforme Portaria nº 1.719 de 23/12/1994).
Foi constituída em 1995 para atender à Política de Previdência da Organização Odebrecht, aplicada por suas empresas, aqui denominadas Patrocinadoras, com o objetivo de apoiar os Integrantes da Organização Odebrecht na formação de patrimônio para o pós-carreira.
O órgão fiscalizador é a PREVIC, uma entidade governamental autônoma vinculada ao Ministério da Previdência Social, cuja finalidade é fiscalizar e supervisionar as entidades fechadas de previdência complementar e executar políticas para o regime de previdência complementar. A Entidade é auditada pela PwC.

Responde a um Conselho Deliberativo e a um Conselho Fiscal (ambos com conselheiros indicados pelas Patrocinadoras e também eleitos por e dentre os Participantes e Assistidos). A Diretoria Executiva, liderada pelo Sérgio Brinckmann, conta também com o AETQ (Administrador Estatutário Tecnicamente Qualificado) Daniel Lima e a Diretora de Seguridade, Ivette Rego Guimarães.
Conheça aqui os Conselheiros e a Diretoria Executiva.
Pelo Estatuto da Odebrecht Previdência, todos os membros da Diretoria e do Conselho são Participantes do Plano Odeprev. Além disso, segundo legislação específica, respondem com seus patrimônios pessoais.

Conheça nossa macroestrutura.

O novo modelo de contrapartida do Plano Odeprev trará simplificação em relação ao modelo atual, consolidando as atuais Parcelas A e B em uma única ‘Parcela Mensal’ e eliminando os direcionadores de idade, tempo de casa e nível salarial. Entenda como este novo modelo funcionará:

Percentual de Contribuição Mensal do Participante
(Base Salário de Contribuição)
Percentual de Contrapartida da Patrocinadora
(Valor da Contribuição Mensal)
1% a 4% 30%
5% a 9% 40%
10% a 12% 50%

Há 15 ou 20 anos, quando da implantação do modelo atual, o cenário era muito diferente para um ‘poupador de longo prazo’.
Atualmente, os pontos apresentados abaixo impactam fortemente o planejamento de pós-carreira de todos, e foram decisivos para que a Odebrecht Previdência e equipes de P&O da Organização propusessem essa mudança:
(1) a maior expectativa de vida das pessoas;
(2) os problemas do sistema público de aposentadoria (INSS);
(3) a pirâmide demográfica brasileira em transformação;
(4) o desafio de obter juros reais no longo prazo;
(5) o ambiente consumista em que vivemos; e
(6) a necessidade de dedicar mais recursos e por mais tempo para o pós-carreira.

O novo modelo:

a) Permite que os Participantes tenham controle sobre o percentual de contrapartida que desejam obter (30%, 40% ou 50%);
b) Permite que os mais jovens recebam mais contrapartida, impactando positivamente o Saldo de Conta futuro;
c) É mais simples de entender e ser explicado, estimulando a adesão;
d) É mais alinhado (parecido) com o que já é praticado no mercado;
e) É menos propenso a erros no cálculo das contrapartidas;
f) Facilita os esforços de promoção do Plano Odeprev; e
g) Incentiva aumento do percentual de contribuição por parte dos Participantes.

Não, mas a partir do novo modelo ela mudará de nome, passando a ser chamada ‘Parcela Anual’. Será mais fácil de entender dessa forma. Os critérios para pagamento serão os mesmos, ou seja, o valor recebido ficará entre 0 e 80% da contrapartida recebida durante o ano anterior, definido pelo Conselho de Administração de cada um dos Negócios.

A mudança no modelo de contrapartida não impacta o patrimônio já formado. O impacto será apenas na nova contrapartida a ser paga pela Patrocinadora, a partir da implantação do novo modelo.

Qualquer alteração no Regulamento do Plano Odeprev (como essa em questão) deve seguir um rito de aprovação para atender a legislação. Nossa proposta está em análise pelo órgão regulador e assim que for aprovada, todos os participantes serão informados.

Não, mas você poderá maximizar a sua contrapartida, dado que você passará a ter controle sobre ela. Neste caso, você poderá solicitar o aumento do seu percentual de contribuição, da mesma forma que é feito hoje: por meio da intranet do seu Negócio (quando aplicável), ou diretamente com o Responsável pela sua Folha de Pagamento.

De forma alguma. Essa vantagem do Plano Odeprev se manterá inalterada. Todo o Saldo de Conta é seu ao você encerrar o vínculo empregatício com a Patrocinadora.

“Agora, quão maior o percentual de contribuição mensal, maior o percentual de contrapartida que receberei da minha Patrocinadora”

CHAT

São Paulo
Rua Lemos Monteiro, 120 - 17° andar
Ed. Odebrecht Butantã CEP: 05501 050
São Paulo/SP (11) 3096 8857
CNPJ 00.571.135/0001-07


©Odebrecht Previdência 2013